Este sítio utiliza cookies

Estes cookies são essenciais quer para melhorar as funcionalidades quer para melhorar a experiência de utilização do sítio ALEA.

        

Net abriu horizonte da  expansão bancária Noticia retirada do Jornal de noticias de 25 de fevereiro de 2002

 

Utilizadores da banca
on-line quase duplicaram
em Portugal.

 

O sector está a mudar, encontrando na Net o terreno favorito para a expansão. Portugal limita-se a acompanhar a tendência internacional e a banca deixa-se levar na torrente avassaladora do aumento exponencial de utilizadores da ferramenta electrónica democratizada no limiar do século XXI.

«Os bancos estão obsoletos. Eles basearam a sua estratégia em localizar balcões o mais perto possível dos clientes, mas a localização deixou de ser importante quando muitas transacções podem ser feitas on-line.» Esta era, em suma, uma ideia veiculada não há muito por Evan Schwartz, especialista americano. No entanto, a verdade é que os bancos, nomeadamente os portugueses, aprenderam depressa.
Os balcões decresceram, os funcionários também e a utilização dos serviços disponíveis via Internet aumenta a cada dia que passa.
Duplicação de utilizadores do Internet/home banking no espaço de um ano (de 259 mil para 400 mil) e, em paralelo, diminuições nas idas ao balcão e contactos telefónicos, com o banco principal dos portugueses.