Este sítio utiliza cookies

Estes cookies são essenciais quer para melhorar as funcionalidades quer para melhorar a experiência de utilização do sítio ALEA.

        

Expresso Notícia do jornal Público
28 de junho de 2012

Emigração teve um crescimento "modesto" nos países da crise do euro. Relatório anual da OCDE indica que também houve menos gente a entrar em Portugal, Espanha, Irlanda, Itália e Grécia. Em Portugal os vistos mais solicitados são os de estudante.

 

Na perspectiva migratória, Grécia, Irlanda, Itália, Portugal e Espanha partilham uma dupla condição.

Por um lado, têm sido, pelo menos desde que terminou a Segunda Guerra Mundial, "países de emigração significativa". Por outro, todos se têm transformado também "em países de imigração ao longo dos últimos 15 anos".

Para apurar o volume da emigração, Portugal socorre-se de países de destino. E, por aí, em 2011, não houve surpresas. Terão partido mais de 70 mil, "mais de metade dos quais com menos de 29 anos".

Foram para outros países europeus, como o Reino Unido, a França, a Suíça, a Alemanha ou o Luxemburgo. E para países de língua portuguesa, sobretudo para o Brasil e para Angola. A imigração, essa, mede-se por cá e caiu 12% - ficou nos 30 mil.

Outro reflexo do aumento do desemprego para níveis históricos: as entradas no território nacional estão em queda desde 2009. No ano passado, os pedidos de autorização de residência para estudar em Portugal tornaram-se nos mais solicitados. Representaram quase metade (47%) da totalidade dos vistos de longa duração. Seguiram-se os vistos atribuídos às famílias (cerca de 25%) e os vistos de trabalho (16%).

Portugueses a residirem no estrangeiro, em milhares

Países da OCDE onde os portugueses estão entre as 15 nacionalidades mais representativas

Número de estrangeiros a entrar em Portugal e de processos de aquisição de nacionalidade

Gráfico com a evolução do n.º de estrangeiros e de processos de aquisição de nacionalidade

Estrangeiros a viver em Portugal

Gráfico com o n.º de estrangeiros a viver em Portugal, por nacionalidade

Consultar mais informação:

OCDE - Relatório Internacional sobre Migrações 2012 (resumo em Português)
http://www.oecdepublishing.org/multilingual-summaries/migr_outlook-2012-sum/html/migr_outlook-2012-sum-pt.html
OCDE - Relatório Internacional sobre Migrações 2012 (Free Preview)
http://www.keepeek.com/Digital-Asset-Management/oecd/social-issues-migration-health/international-migration-outlook-2012_migr_outlook-2012-en