Este sítio utiliza cookies

Estes cookies são essenciais quer para melhorar as funcionalidades quer para melhorar a experiência de utilização do sítio ALEA.

        

(terminou o prazo de resposta "23 de março de 2015")

Ver estatísticas das respostas e alunos premiados

Problema de nível I
Estatísticas das respostas

Número de participantes Escolas e número de alunos que responderam Número de respostas corretas Número de respostas incorretas Número de respostas anuladas
731 Lista das escolas (formato Excel) 651 72 08

 

Lista dos alunos premiados

Nome Ano e Turma Escola
Tiago João Ferreira Nunes 9.ºD

Agrupamento de Escolas António Gedeão

Juliana Sequeira 8.ºB

E.B. 2,3 Santa Marta de Penaguião

Joana da Silva dos Reis Guerreiro 6.ºA

Escola Básica de Saboia nº 1

Beatriz Elaerts

7.ºB

E. B. 2,3 Sophia de Mello Breyner

Maria Costa 7.ºB

E. B. 2,3 de D. Fernando II

Mariana Gonçalves

7.ºA Colégio Dona Luísa Sigea
Diana Couto 9.ºE Agrupamento de Escolas António Gedeão
Joaquim Casanova 4.ºA E.B.1 de São Luís
Carlos Jorge Correia Milhinhos 6.ºC E. B. 2,3 Dr. Joaquim Rocha P. Magalhães
Evandro Marco Neto Teixeira 8º.D Escola Secundária Dr. João de Araújo Correia
Maria Inês Delgado 6.ºC Agrupamento de Escolas Marinhas do Sal
Luísa Simão 4.ºB Escola Básica do Bom João
André Campos Martins 7.º1ª Escola Secundária Rainha Dona Amélia
Ana Luzia Ribeiro Neves 6.ºA Colégio de Nossa Senhora de Fátima
Pedro Alexandre Vaz Fernandes 9.º C Agrupamento de Escolas António Sérgio
Bernardo Ferreira 8.ºA Agrupamento de Escolas Tomaz Pelayo


Alunos habilitados ao prémio final
Lista dos Alunos Habilitados
(alunos que responderam corretamente ao problema)

Problema de nível II
Estatísticas das respostas

Número de participantes Escolas e número de alunos que responderam Número de respostas corretas Número de respostas incorretas Número de respostas anuladas
211 Lista das escolas (formato Excel) 94 117 0

Alunos premiados

Nome Ano e Turma Escola
Inês Portugal Fernandes 10.ºD2 Colégio do Sagrado Coração de Maria
Estrela Pinto 10.ºC Escola Secundária António Gedeão
Gonçalo da Costa Viegas 10.º1 Escola Secundária Seomara da Costa Primo
Ivo Vieira 11.ºI Agrupamento de Escolas D. Afonso Henriques
Adriana Fernandes 10.ºA2 Agrupamento de Escolas Tomaz Pelayo

 

Alunos habilitados ao prémio final
Lista dos Alunos Habilitados
(alunos que responderam corretamente a pelo menos duas das três questões do problema.)

Os problemas deste desafio baseiam-se numa notícia publicada no Jornal Público de 3 de fevereiro de 2015.

Esta notícia apresenta informação relativa às famílias portuguesas em dificuldades financeiras e em situação de sobreendividamento 1 nos últimos anos, em particular no ano de 2014.

(1) “Endividar ou endividar-se em excesso ou acima da capacidade de pagar as dívidas.”
"sobreendividamento", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/sobreendividamento [consultado em 17-02-2015].

Problema de Nível 1


No gráfico ao lado são apresentadas as principais causas do sobreendividamento das famílias
portuguesas, em 2013 e 2014.

Questão 1:

Qual foi a principal causa do sobreendividamento das famílias em 2014?
E em 2013?


Questão 2:

Indica qual foi a causa de sobreendividamento que registou maior subida percentual de 2013
para 2014.
 

Questão 3:

A partir da informação constante no gráfico de barras e relativa a 2014, construiu-se o gráfico
circular seguinte. Identifica as causas representadas pelas letras A, B, C, D e E.

Resposta

Apresentada pelo aluno Tiago João Ferreira Nunes do Agrupamento de Escolas António Gedeão

Resposta à questão 1:
Em 2014 a principal causa do sobreendividamento das famílias portuguesas foi a deterioração das condições laborais, sendo a causa de 33% dos sobreendividamentos.

Em 2013 a principal causa do sobreendividamento das famílias portuguesas foi o Desemprego, sendo responsável  por 35%.

Resposta à questão 2:
A causa de sobreendividamento que registou maior subida percentual de 2013 para 2014 foi a Penhora, que subiu de 6% para 9%, registando uma subida de 3%.

Resposta à questão 3:
A - Deterioração das Condições Laborais
B - Fiador
C - Alteração do Agregado Familiar
D - Doença
E - Divórcio/Separação

Problema de Nível 2

Na figura seguinte é apresentada informação relativa ao perfil do sobreendividado em 2014.

Questão 1:

Identifica as variáveis em estudo associadas aos dados apresentados na figura.


Questão 2:

Indica, justificando, a variável ou variáveis em que faz sentido calcular a média.

Questão 3:

Para cada uma das seguintes afirmações, indica, justificando, se é verdadeira ou falsa.

(A) Relativamente à variável idade, a classe modal é a classe [40,55[ e a mediana também pertence à classe [40,55[.

(B) A mediana das habilitações do sobreendividado é o ensino secundário.

Resposta

Apresentada pela aluna Inês Portugal Fernandes do Colégio Sagrado Coração de Maria

Resposta à questão 1:
As variáveis em estudo são a idade, o estado civil, as habilitações e a situação profissional do sobreendividado em 2014.

Resposta à questão 2:
A variável em que faz sentido calcular a média é a idade, uma vez que a média só pode ser calculada quando temos presente uma variável quantitativa, seja ela discreta ou contínua. Como as restantes são qualitativas não é possível calculá-la.

Resposta à questão 3:
(A)
verdadeira. A classe modal é a [40;55[ pois é a que tem maior frequência de dados. A mediana também se encontra nesta classe uma vez que é onde se encontram os 50% dos dados (2%+33%= 35% , 2%+33%+39%=74% )

(B) verdadeira. A mediana das habilitações do sobreendividado é o ensino secundário já que se encontram os 50% dos dados (50% dos sobreendividados tem pelo menos o ensino secundário). É possível calcular a mediana para esta variável qualitativa (habilitações) já que se pode estabelecer uma hierarquia entre os diferentes níveis escolares.