Este sítio utiliza cookies

Estes cookies são essenciais quer para melhorar as funcionalidades quer para melhorar a experiência de utilização do sítio ALEA.

        

(terminou o prazo de respostas)

Ver estatísticas das respostas e alunos premiados

Problema de nível I
Estatísticas das respostas

Número de participantes Escolas e número de alunos que responderam Número de respostas corretas Número de respostas incorretas Número de respostas anuladas
756 Lista das escolas (formato Excel) 487 252 17

 

Lista dos alunos premiados

Nome Ano e Turma Escola
Gonçalo Diogo Gomes Melo 9.ºB

Escola Secundária Santa Maria da Feira

João Miguel de Oliveira Gouveia 6.ºC

Agrupamento de Escolas António Sérgio

José Carlos Dias Pacheco 9.º1

E. B. 2,3 Peso da Régua

Afonso Sequeira

6.ºD

E. B. 2,3 Dr. Joaquim Rocha P. Magalhães

Lourenço Lopes Cardoso 9.ºA

Grémio Instrução Liberal Campo de Ourique

Mariana Ferreira da Costa Angélico

6.ºB Colégio de Nossa Senhora de Fátima
Bernardo Saruga 7.ºD Agrupamento de Escolas António Gedeão
Diogo Rafael Silva de Oliveira 8.ºA Agrupamento de Escolas Daniel Sampaio
Ilda Silva 4.ºC E. B. 1 São Luís
Joana Delgado 9.ºE E. B. 2,3 de D. Fernando II
Maria Alice Davide 7.ºJ E. B. 2,3 Dr. Ruy d'Andrade
Jorge Coelho 8.ºF Agrupamento de Escolas António Gedeão
Leandro Justo 4.ºC Escola Básica do Bom João
Maria Resende 9.ºCV2 Dr. António da Costa Contreiras
Carlota de Castello Branco 7.ºC E. B. 2,3 Cidade de Castelo Branco
Victor Rebello 6.ºB E. B. 2,3 Dr. Joaquim Rocha P. Magalhães


Alunos habilitados ao prémio final
Lista dos Alunos Habilitados
(alunos que responderam corretamente ao problema)

Problema de nível II
Estatísticas das respostas

 

Número de participantes Escolas e número de alunos que responderam Número de respostas corretas Número de respostas incorretas Número de respostas anuladas
242 Lista das escolas (formato Excel) 196 45 1

Alunos premiados

Nome Ano e Turma Escola
Diogo Sousa 11.ºCPTV Escola Secundária de Mem Martins
Beatriz Gomes Ferreira Pereira 12.º1 Escola Secundária de Seomara da Costa Primo
Flávio dos Santos Noia 10.º6 Escola Básica e Secundária de Machico
Alexandre Martins Correia 11.ºC Escola Básica e Secundária de Canelas
Catarina Pereira 11.ºC Agrupamento de Escolas António Gedeão
Ricardo Pinheiro 12.ºCVI-GR Escola Secundária de Mem Martins

 

Alunos habilitados ao prémio final
Lista dos Alunos Habilitados
(alunos que responderam corretamente a pelo menos duas das três questões do problema.)

Os problemas deste desafio baseiam-se numa notícia publicada no Jornal de Expresso de 5 de novembro de 2016.

Esta notícia apresenta informação sobre as 500 Maiores e Melhores Empresas (M&M) em Portugal em 2015.

 

Problema de Nível 1

Nos gráficos circulares seguintes é apresentada informação sobre o controlo acionista nas 500 Maiores e Melhores Empresas (M&M). 

 

A partir da informação contida nos gráficos, responde às questões que se seguem. 

 

Questão 1:

Elaborou-se a tabela de frequências absolutas referente à informação do gráfico circular com o título “Número de empresas”, em percentagem. Nessa tabela, os valores das frequências absolutas foram substituídos pelas letras a, b, c e d, obtendo-se a tabela seguinte.

 

Controlo acionista Frequência absoluta
Privado nacional a
Privado internacional b
Público c
Cooperativo d

 

Indica os valores correspondentes às letras a, b, c e d.

 

Questão 2:

Diz, justificando a tua escolha, se as afirmações seguintes são verdadeiras ou falsas:

(A) Em relação ao número de empresas, 91% das 500 Maiores e Melhores Empresas (M&M) em Portugal têm controlo privado do capital, nacional ou internacional.

(B) Mais de metade do volume de negócios das 500 Maiores e Melhores Empresas em Portugal tem controlo privado internacional.

(C) As empresas públicas representam menos de um quarto no emprego das 500 Maiores e Melhores Empresas em Portugal.

 

 

Resposta

 

Apresentada pelo aluno Gonçalo Diogo Gomes Melo, da Escola Secundária Santa Maria da Feira

 

Resposta à questão 1:

a = 215 (0,43*500=215)

b = 240 (0,48*500=240)

c = 35 (0,07*500=35)

d = 10 (0,02*500=10)

 

Resposta à questão 2:

(A) - Verdadeira, porque 43% do privado nacional + 48% do privado internacional = 91%.

(B) - Falsa, porque metade de 500 é 250 empresas e no volume de negócios apenas 40%, ou seja, 200 empresas é que pertencem ao privado internacional, portanto menos de metade.

(C) - Verdadeira, 1/4 *500 = 125 empresas. Os empregados públicos correspondem apenas a 18% do total de empresas, ou seja, 0,18 * 500 = 90 empresas. 90 empresas < 125 empresas, logo é verdade.

 

 

Problema de Nível 2

No gráfico abaixo é apresentada informação sobre o controlo acionista das 500 Maiores e Melhores Empresas em Portugal em 2015.

 

 

 

Questão 1:

Qual o setor de atividade em que o volume de negócios é feito 100% pelas empresas com controlo privado nacional?

 

Questão 2:

Qual o setor de atividade em que o controlo acionista privado internacional é maior?

 

Questão 3:

Selecionado ao acaso uma das 500 Maiores e Melhores Empresas em Portugal, verificou-se que era do setor do Gás, eletricidade e água. Qual a probabilidade de essa empresa não ter controlo acionista público?

 

Questão 4:

Selecionado ao acaso uma das 500 Maiores e Melhores Empresas em Portugal, qual a probabilidade de não ter controlo privado do capital, nacional ou internacional?

 

Resposta

 

Apresentada pelo aluno Diogo Sousa, da Escola Secundária de Mem Martins

 

Resposta à questão 1:

O setor de atividade em que o volume de negócios é feito 100% pelas empresas com controlo privado nacional é a agricultura, pecuária, pesca e caça.

 

Resposta à questão 2:

O setor de atividade em que o controlo acionista privado internacional é maior é as telecomunicações.

 

Resposta à questão 3:

52%+26%=78%
 
A probabilidade de essa empresa não ter controlo acionista público é de 78%.

 

Resposta à questão 4:

7%+2%=9%
 
A probabilidade de não ter controlo privado do capital, nacional ou internacional é de 9%.